quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Religião se discute???

Olá, pessoas queridas!!!

E passei mais uns dias ausente... Muita coisa acontecendo ao mesmo tempo, vou contando com calma as novidades... Junte-se a isso problemas no computador (por causa do apagão recente da Light aqui no Rio)... Mas estou de volta ;)

Hoje, dando uma zapeada pela web para me atualizar, deparei com reportagem da Folha sobre jovens que vão para a rua Augusta, reduto boêmio de São Paulo, para tentar converter pessoas que eles julgam ser pecadores. Por trás de suposta boa intenção, para "salvar almas".

http://migre.me/7M5CZ
Não vejo nenhuma diferença disso com a catequese de índios pelos jesuítas da Companhia de Jesus no período pós descobrimento do Brasil. Catequisar, enfiar sua fé goela abaixo das pessoas é uma das piores formas de desrespeito que existe. Quem são eles para dizer quem são os pecadores? Quem são eles para julgar quem não tem a mesma fé que eles??? Religião e fé são coisas pessoais, não para serem impostas.Todos têm direito a ter a sua, ou não.

Sou a favor da liberdade irrestrita de pensamento, fé, religião e filosofia, seja ela qual for. Qualquer forma de coação é desrespeito, mesmo sob a égide da caridade.

Estou de volta!!!

8 comentários:

PaulaZZT disse...

E que volta!! Bom texto! :-) Acho que ir para mostrar o que existe, pq tem gente que se sente perdida etc é uma coisa, mas ir para resgatar pecadores, já é um julgamento...

Luciana disse...

Oi Cris, tenho a minha escolha e sigo dentro do que acredito. Acho um total desrespeito de algumas pessoas que tentam nos convencer de que só a religião delas é que é pura e santa. Conheço algumas pessoas que não crêem em nada e são pessoas de muito bom caráter e de uma bondade sem igual.

Mãe do Theo disse...

Falou e disse!!Adorei!!Foi assunto daqui de casa essa semana..um amigo meu me disse que se eu fosse na Igreja dele tudo na minha vida iria melhorar porque ele é abençoado por Deus. Ficamos possessos!! Como assim?? Quer dizer que só porque não sou da sua religião Deus não me ama??Só porque não sou da sua igreja não vou crescer na vida??Ah!! Ficamos super chateados com esse amigo e discordamos na hora dele. Religião cada um tem a sua e JAMAIS se deve discutir ou até matar [como vemos em algumas partes do mundo] por isso.
Bjs e parabéns pelo post!

Daniel disse...

Concordo plenamente, fé e religião não podem ser oferecidas como um produto em cada esquina. A fé vem de dentro, é uma busca pessoal e individual que cada ser humano deve percorrer. Um dia o ser humano vai entender que só existe uma unica divindade em que ele deve acreditar e se apoiar, nele mesmo.

Um espaço pra chamar de meu disse...

Eu tenho minha fé e ñ preciso ficar gritando e falando para todo mundo se converter, acho q os exemplos falam muito mais alto...as palavras se perdem...
Conheço o trabalho deste grupo aqui no RJ, mas a abordagem aqui é diferente, eles fazem retiros com jovens que procuram a comunidade e às vezes ficam em um ponto do Centro e distribuem panfletos...
Eu acho que tem lugar para tudo, isso ficou parecendo com um grupo evangélico que montou guarda na frente do Rock in Rio e ficou julgando os metaleiros e todo mundo que entrava, tem lugar para tudo...
Respeito todas as religiões e quero ser respeitada na minha tbém, ensino isso para meus filhos, a religião da pessoa não importa, importa o que ela é e suas atitudes...
Bjs,Cris, tava sentindo tua falta!!!

Thaty disse...

Como as meninas disseram lá em cima, eu também tenho a minha crença e acredito que não preciso sair berrando aos 4 ventos para ser uma boa pessoa. Forçar sua crença, apontar o dedo julgar... será que é isso mesmo que Deus tá tentando nos ensinar?

Beijos
Tati
Mulher e Mãe
#amigacomenta

Inaiá Barbosa disse...

Com todo respeito e carinho que tenho por vc, discordo da sua opinião.
Eu nem sou "dessa linha", mas não acho que isso é coação. Eles estão pregando aquilo que eles acreditam.
Eu também prego aquilo que acredito, aceita e/ou segue quem quer.
Li a reportagem, pra falar a verdade acho um posicionamento radical demais o estilo de vida deles, mas o fato de saírem pela madrugada falando do evangelho não faz deles repressores.
Espero que vc entenda minha opinião!
Bjux
#amigacomenta

Rose Misceno disse...

Pra mim religião não se discute! Eu não tenho, nunca li a Bíblia e não sei muito sobre essas histórias que as religiões pregam por aí!
Mas me dou o direito de não querer ser convertida e se precisar ser grossa eu sou!
E quanto a reportagem acho que eles estão defendendo um direito deles de se expressarem e as pessoas que não quiserem ouvir também têm o direito de se expressarem contra!
Acho que deu pra entender...

Beijão.

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...